Ethos na Politeía: Duas Caras: Qualquer semelhança não é mera coincidência.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Duas Caras: Qualquer semelhança não é mera coincidência.


Olá pessoal. Boa noite.

Vocês conhecem estes caras aí ao lado? O da direita é figurinha carimbada, todos conhecemos... ou não, como dizia Caetano...

A foto da esquerda é de um famoso vilão da série Batman chamado "Duas Caras", personagem fictício, um supervilão e inimigo de Batman.

Duas-Caras um dia foi Harvey Dent, promotor de Gotham City e aliado próximo de Batman. Após ter sua face criminosamente desfigurada, Dent tornou-se o insano chefe do crime "Duas-Caras" que escolhe entre o "bem" e o mal dependendo dos resultados do lançamento de uma moeda.

E você deve estar perguntando (ou não... rs... gosto do Caetano) o que diabos isso tem a ver com nosso prefeito Dudu.

Pois bem. Vamos aos fatos. É com eles, os fatos, que devemos basear nossas decisões e não em falácias apócrifas (desculpem a redundância).

Que o caráter do nosso prefeito eleito é bastante duvidoso todos nós já sabíamos, ou melhor, para ser mais preciso, 49,17% de nós sabíamos. Agora parece ficar claro para todos, pelo menos para os que querem e tem discernimento para tal, que a nossa certeza aos poucos se concretizará na certeza de muitos.

Não foi preciso nem começar o mandato e as incongruências podem ser vistas por todos, acreditem, na maior cara de pau.

A primeira delas, a primeira promessa não cumprida: Antes do resultado final o secretário de saúde seria o primeiro anunciado já que esse seria um dos pontos prioritários da campanha por conta da possível e recorrente epidemia de dengue do verão carioca (Aliás, tudo para ele era prioritário antes das eleições). Não foi isso que aconteceu e, num assombro maior, na mesma frase já foi anunciado o secretário de governo... do PSDB... que apoiava o Gabeira nas eleições... PSDB tão atacado durante a campanha municipal. Não era ele, o prefeito eleito, que dizia que "não ocuparia politicamente a máquina administrativa"?

Em uma única frase duas promessas foram descumpridas. Retrato fiel que as negociações políticas estão a frente da saúde e certamente a frente de qualquer outro assunto. Assim foi em toda sua trajetória política e assim continuará sendo pelo resto de seu mandato.

Pasmem vocês com o que vou escrever agora. A metodologia (se é que podemos chamar isso metodologia) de divisão de cargos será realizada da seguinte forma: cada um dos 13 partidos que apoiou Paes entregará uma lista com 3 nomes para que um deles seja nomeado secretário de alguma cadeira. Pode ser qualquer cadeira afinal, tal metodologia, simplória e parafraseando Gabeira, "prozaica", não privilegia a capacidade, competência e honestidade e tão alardeadas por Paes em sua campanha.

Outra promessa já descumprida antes mesmo do início do mandato se refere a instalação das unidades pronto atendimento, as UPAs. As primeiras seriam na Zona Norte porém esta semana mudou para a Zona Oeste.

Já foram 3 promessas não cumpridas antes mesmo do início do mandato. Como diz o personagem do Zorra Total Dorgival, do ator Nelson Freitas: "Espeeeeeera!!!"

Voltando ao "duas caras" não temo que Paes escolha entre o Bem ou o Mal como o do filme. Se assim fosse ao menos teríamos 50% de chance. Meu temor é que a moeda dele tenha dois lados iguais: O lado bom. Bom para o prefeito e seu conluio e dane-se a cidade.

Dizia Sócrates: "Se o desonesto soubesse a vantagem de ser honesto, ele seria honesto ao menos por desonestidade."

2 comentários:

Soldado do morro a favor da justiça disse...

Era uma vez um menino chamado Dudu
Que queria rapidamente crescer
Odiava um molusco
E sonhava com poder.

Os anos foram passando
As identidades foram mudando
Se não gostava agora é tudo Paes
Pra chegar ao poder tudo sou capaz.

Meus amiguinhos mudam a cada etapa
E de verdade não entendo nada
Sei que a população é meio tapada
E com eles eu sigo na minha caminhada.

Já não sou mais um menininho
E agora os meus próprios eu tenho
Olha um aqui no meu colo: UPA's, UPA's
Igual o cavalinho do desenho.

Hoje sou patrão, nobre senhor
Chamado de Vossa Excelência
Administrarei bem a minha família
Mas o Rio... você acha? Quanta inocência!

Nobre senhor,
Chamado de Vossa Excelência
Tens o poder nas mãos
Têm crianças sem escola.
O Povo não quer traição.
Mas não esqueça que a porta do céu
Não se abrirá para um vilão.

Aristóteles disse...

Hahaha. Excelente.

"Mas não esqueça que a porta do céu
Não se abrirá para um vilão."