Ethos na Politeía: A esperança trocada por um final de semana de Sol

terça-feira, 28 de outubro de 2008

A esperança trocada por um final de semana de Sol


Abro este Blog com este post indicando o quanto precisaremos trabalhar se algum dia quisermos viver em um País melhor. Um País interessado em mudanças. Preocupado com a união, com o melhor para a sociedade.

O trabalho será árduo. Mas não poderia ser diferente em se tratando de Brasil. Nós somos desrespeitados desde que existimos como nação, a descoberta de nosso território foi montada a partir de uma farsa. É inacreditável como o Brasil é castigado cruelmente há séculos, de todas as formas imagináveis, por todos os lados... E o pior... Por nós mesmos.

Olhar para a primeira atualização online do resultado das eleições 2008 para Prefeito do Rio e verificar que 20% da população simplesmente abdicou do seu direito de voto, da primeira oportunidade em anos de fazer diferente foi extremamente decepcionante.

Perceber que 1/5 da população não possui compromisso algum com a democracia (democracia esta conseguida árduamente, onde pessoas abnegaram de uma vida "comum" e deram seu sangue para que vivessemos em um País melhor), não possui o mínimo senso de importanca deste simples gesto e que troca toda esta luta, do passado e do presente, para lazer próprio é o cúmulo do egoísmo, da ignorância, do nonsense.

Alguns, ao final da contagem, culpavam o povo "ignorante" por não ter eleito o diferente, o novo, a esperança. Eu particularmente não os culpo. Foi exatamente por isso que brigamos no passado, pela democracia.

Muito mais culpa possui quem é "instruido" e com um ato covarde renuncia o direito que possui de fazer história e, um dia, diminuir os tão criticados "ignorantes".

Elegemos Eduardo Paes. Que traz consigo aqueles que usaram sempre a ignorancia do povo para se eleger, traz com ele os pastores da Fé, os demagogos, os populistas, o ilegal, fantasmas que nos assolam há anos e que pelo jeito nos assolarão por mais 4 anos.

Depois de décadas de erros culminando na derrocada do César Maia perdemos a oportunidade de eleger o novo, o diferente, a esperança. Trocamos por um final de semana de sol, uma marquinha no bumbum, fotos para o orkut para o Álbum "Feriado"...

Dizia Aristóteles: "A coragem é a primeira das qualidades humanas, porque é a que garante as outras".

Daí a pergunta. Quem é mesmo ignorante?


Obs: Na figura o carioca queimando o bumbum no feriado.

6 comentários:

Rê Lima disse...

Não há como ser indiferente ao que aconteceu. Por que será que o Gabeira ganhou na zona sul? É uma pergunta para a qual eu tenho a resposta, mas se postar a resposta nua e crua, vão me chamar de preconceituosa, dizer que faço parte de uma elite intelectual que exclui e segrega.
As pessoas não sabem votar. Votam porque são obrigadas e pra dizer a verdade nem a obrigação tem obrigado. Domingão de sol, votar pra quê?
Tristemente ninguém mais acredita em mudança, ninguém mais acredita em política, ninguém mais acredita em fazer a diferença.
Somos uma minoria... refém de um povo que desistiu de lutar.
Beijos,

Rê Lima

Aristóteles disse...

Tá duro de engolir. O impressionante é que o cara é o resumo do típico político, dos esquemas, das parcerias duvidosas, da improbidade administrativa... E no entanto está lá.

O importante é não desistir. Em 2010 tem mais. Vou me dedicar muito mais. Precisamos mudar de alguma forma. Que seja na insistência.

Bjks,

Eduardo Silva disse...

Rê.... não tem jeito. Chocando é a única forma de abrir os olhos da população.
A verdade é que o eleitorado de Gabeira é composto basicamente por jovens, universitários e pessoas de alta renda. A aceitação de Gabeira no segmento cuja renda é superior a R$ 4.000,00 é esmagadora (li sobre). Concluimos que o público intelectual, pensante, em regra, votou em Gabeira.
Lembrando realmente não ser preconceito... mas o fato é que pessoas com grau intelectual mais desenvolvido (em regra) votou em Gabeira...(.)
Lamentável mesmo é ver nosso candidato do PV ter perdido por diferença de cerca de 55 mil votos quando houve uma abstenção de cerca de 930 mil eleitores; e mais lamentável ainda é saber que a abstenção récorde foi a da Zona Sul, onde 25% não votaram. A mesma Zona Sul em que a preferência pelo "Verde" foi de 70%! (Como seria diferente se tantos não tivessem dispensado o seu direito de votar...!)
Enfim. Vamos ficar de olho no nosso prefeito "democraticamente" eleito.
E vamos também gritar bem alto para lembrar a todos que o voto não é apenas um direito. É também um dever!!!
ELEITORES: ABRAM OS OLHOS!

Jô A. Ramos disse...

É com essa massa desiludida, irresponsável e desinformada que temos que lidar. Informando, ocupando todos os espaços..quem sabe conseguimos sucesso daqui a um tempo. Vamos seguir....
bjs

Soldado do morro a favor da justiça disse...

A eleição foi decidida aí. Um aumento de 8% de abstenções do primeiro para o segundo turno. Isso prova que a classe social não determina o intelecto. O "pobre" mesmo com a praia e o sol, votou. Quem não votou estava em angra, búzios...

Eu, scrat, continuarei na luta, em busca da justiça como se ela fosse a minha última noz.

Aristóteles disse...

Vamos continuar na luta.

Concordo com o soldado quanto aos que não votaram. Todos sabemos o quanto a maioria da população é politicamente ignorante e cada dia mais vejo que os investimentos em educação são limitados justamente para que tudo continue assim.

Por exemplo, em um país como o nosso, Cristovam Buarque, ícone em educação, recebe apenas 1% dos votos em eleições presidenciais enquanto José Serra, alckmin, etc tem votação esmagadoras, com boa parte sendo das classes desfavorecidas...

Vamos continuar na luta.

Abraços,